Anúncios

Gerenciamento de Suprimentos e Operações

Um bom processo de planejamento do supply chain deve garantir que as empresas contem com os insumos necessários para a fabricação de seus produtos, permitindo que sejam capazes de produzir e distribuir suas mercadorias. O Gerenciamento de Suprimentos e Operações abrange essas ações necessárias para que o produto final chegue às mãos do cliente. Dentre as atividades essenciais para que isto aconteça estão: Suprimentos, Produção, Logística e Serviço ao Cliente, que devem ser apoiadas pelos gestores das organizações.

Assim como no planejamento de demanda, estabelecer formalmente uma área responsável pelas atividades de Suprimentos é essencial para se conseguir elaborar um planejamento efetivo dessa atividade. Dada sua complexidade – muito além de uma simples aquisição de insumos – ter uma equipe que se dedique a isso de forma estruturada pode gerar benefícios bastante relevantes. Nesse quesito, as empresas brasileiras apresentam desempenho excelente, com quase a totalidade tendo definida uma área de compras. O mesmo acontece nas empresas alemãs e norte-americanas.

No que tange o planejamento da Produção, tem se discutido muito a questão de produção empurrada versus produção puxada, incluindo os prós e contras de cada opção. No limite, uma produção totalmente puxada pela demanda, que responde inteiramente e exclusivamente ao que é efetivamente demandado pelo cliente, dispensa atividades relacionadas à previsão de vendas e reduz a zero a necessidade de estoques de produtos finais. Muitas empresas tentam se aproximar ao máximo do modelo puxado, classificando e separando os produtos que podem ser feitos contra-pedido daqueles que ainda precisam ser manufaturados contra estoque. Essa discussão e classificação estão na agenda das empresas alemãs e norte-americanas, entretanto, ela não é uma classificação importante para a maioria das empresas brasileiras.

Um bom Gerenciamento de Suprimentos e Operações deve garantir a eficiência das atividades logísticas. Essa gestão envolve atividades de armazenagem (de matérias-primas, produtos semi-acabados e acabados), que no Brasil correspondem a aproximadamente 20% dos custos logísticos totais. Um processo eficiente de armazenagem deve garantir eficiência em custos e ser orientada para o atendimento dos níveis de serviço ao cliente estabelecidos.

De fato, existe entre a maioria dos executivos de logística no Brasil uma preocupação com a eficiência da armazenagem de suas empresas, sendo que a grande maioria deles considera ter um bom desempenho na sua armazenagem, com baixo nível de acidentes e custos reduzidos. Entretanto, ainda existe 17% das grandes empresas do País que não direcionam sua armazenagem para prestação de um bom serviço ao cliente. Em comparação com a Alemanha e os Estados Unidos, o Brasil está pior posicionado neste quesito.

Isto pode ser explicado porque um terço das empresas brasileiras nem mesmo possui uma política de Serviço ao Cliente formalizada, ficando muito distante das práticas adotadas nas empresas da Alemanha e dos Estados Unidos. Nesses países, é muito comum a formalização do Customer Service: na Alemanha 93% das empresas possui política formalizada de Serviço ao Cliente, nos Estados Unidos 87%, e no Brasil apenas 41%.

 

Fonte: http://www.ilos.com.br/

Anúncios

“Blog Logística na Veia”

Olá sou o Professor e palestrante Afonso Ivens, graduado em Logística Empresarial, MBA em Gestão Empresarial – Universidade do Grande Rio Docência do Ensino Superior FGV. Trabalhei no SENAI/SENAC RJ, ministrando, elaborando aulas de nos cursos de logística e Administração nos níveis técnico, cursos livres e aprendizagem. Mas ao longo da minha carreira profissional realizei, trabalhos na área de movimentação e transporte de cargas, manutenção preventivas e corretivas de maquinas pesadas e participado de grandes projetos nacionais como reforma do alto forno 3 (CSN, Volta redonda RJ 2001) reforma do alto forno 2 Cosipa Cubatão SP (2002), e entre tantos outros aqui não mencionados.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: