Anúncios

Indicadores de Desempenho para a gestão e estoques e armazenagem

 

Indicadores de Desempenho para a gestão de estoques e armazenagem

A implantação de indicadores para a gestão de armazéns e estoques proporciona ao gestor o acompanhamento da evolução das principais atividades executadas e as variações em função da tomada de decisões e movimentos externos. A elaboração e implantação desses indicadores visa a melhor administração de espaços e recursos essenciais para a disponibilização dos produtos no tempo e na quantidade certa aos veículos transportadores.

Exemplos de Indicadores Gerenciais em Armazenagem

Giro do Estoque – e um indicador financeiro que mede a velocidade com que alguns elementos(material/estoque) se renovam na empresa.

 Prazo Médio de Estoque – indica, na media, quantos dias um elemento (material/estoque)permanece em estoque ao longo do ano.

LEC – representa a quantidade ideal de compra, aquela que proporciona o menor custo de manutenção e o menor custo de aquisição do estoque.

Cobertura – indica quanto tempo se tem de estoque considerando a demanda esperada.

Nível de Serviços ao Cliente – reflete como o cliente esta sendo atendido e indica o nível de satisfação.

Índice de Ruptura – indica o percentual de pedidos não atendidos por falta de estoque.

Acurácia do Estoque – indica, em termos relativos, a existência física de produtos em relação aos registros em sistemas.

CARACTERISTICAS DOS INDICADORES

  • Independência: cada indicador deve medir determinado aspecto da atividade econômica.
  • Conexão com outros indicadores: devem adicionar informações ao quadro geral de forma complementar a visão do todo.
  • Adequação: devem ser representativos do fenômeno que se propõem a medir.
  • Objetividade: indicadores não julgam, mas definem quantitativamente a extensão e a direção dos fenômenos medidos.
  • Regularidade: devem ter condições de serem aplicados a períodos regulares e nas mesmas condições sempre, independentemente do intervalo entre os períodos medidos.
  • Coerência: sua definição não pode variar. Quando esse ajuste e realizado, a serie e interrompida e inicia-se outra serie não comparável.Simplicidade: os melhores indicadores permitem que as medidas sejam compreendidas com facilidadeCumulatividade: devem permitir agregações sucessivas de dados.

Anúncios

“Blog Logística na Veia”

Olá sou o Professor e palestrante Afonso Ivens, graduado em Logística Empresarial, MBA em Gestão Empresarial – Universidade do Grande Rio Docência do Ensino Superior FGV. Trabalhei no SENAI/SENAC RJ, ministrando, elaborando aulas de nos cursos de logística e Administração nos níveis técnico, cursos livres e aprendizagem. Mas ao longo da minha carreira profissional realizei, trabalhos na área de movimentação e transporte de cargas, manutenção preventivas e corretivas de maquinas pesadas e participado de grandes projetos nacionais como reforma do alto forno 3 (CSN, Volta redonda RJ 2001) reforma do alto forno 2 Cosipa Cubatão SP (2002), e entre tantos outros aqui não mencionados.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: